Português | Portuguese

Domestic violence

A quem pedir ajuda

Muitas pessoas não estão seguras em suas próprias casas. Elas enfrentam insultos, ameaças e ataques físicos e sexuais de seus parceiros.

As consequências da violência doméstica ou familiar são sentidas por todos que vivem na casa, incluindo crianças, outros membros da família e animais de estimação.
Se você tem suportado violência e deseja que pare, entre em contato com a Linha de Violência Doméstica (Domestic Violence Line) no número 1800 65 64 63 para mais informações.
Você pode chamar a polícia ou ir até a delegacia de polícia local.

Se não ficar à vontade falando inglês, você pode entrar em contato com o serviço de intérprete no número 131 450 e pedir que o conectem à Linha de Violência Doméstica. Quando falar com a polícia ou visitar a delegacia, você pode dizer o idioma que fala e pedir que chamem o serviço de intérprete.

A violência doméstica e familiar também é sentida por lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGBTIQ). Se você pertence a uma dessas categorias, pode ter acesso ao apoio de aconselhamento da ACON (uma organização de saúde LGBTI no número 02 9206 2000). Para suporte jurídico dos LGBTIQ ou o Serviço de Suporte de Segurança no Relacionamento da Justiça (Safe Relationships Court Support Service), entre em contato com o Centro Legal da Cidade (Inner City Legal Centre) pelo número 02 9332 1966.

Se você for portador de deficiência auditiva ou de fala, pode entrar em contato com qualquer um dos números deste folheto com a ajuda do Serviço de Retransmissão Nacional (National Relay Service) em relayservice.gov.au.

Em caso de emergência, ligue para Triplo Zero (000).

Last updated: Wednesday, 20 July 2016